top of page

Um Mapa Astral mais genial que Karnal

Estudo do provável mapa astrológico do historiador Leandro Karnal


CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES


Esta é uma leitura (parcial, unilateral) astrológica. Não te trata portanto de uma consulta de Mapa Astral, cuja dinâmica envolveria uma interação (anamnese) com o consulente para "relembrar" o seu lugar no Céu (percurso dos Astros). Do Grego anamnesis, “lembrança, ato de trazer à mente”, formada por ANA “para trás”, mais a raiz de mimnekesthai, “recordar, fazer lembrar”. O meu objetivo principal aqui é produzir material para a comunidade astrológica. Objetivo também honrar a genialidade do Prof. Dr. Leandro Karnal, demonstrando o princípio da correspondência ou sincronicidade (uma lei hermética). O que está em cima é como o que está embaixo. Aqui também me reservo ao direito de manifestar o meu não contentamento quanto à postura, por vezes sarcástica do Karnal quando se pronuncia sobre a Astrologia, acredito eu por ignorância do tema. Haja vista que a Astrologia é uma linguagem e para "falar" esses idioma é necessário conhecer os seus verbetes.


TECNICAS E FERRAMENTAS ADOTADAS


A Astrologia tem como base o horóscopo (uma fotografia do céu num determinado dia e hora). Portanto para fins técnicos astrológicos é importante esclarecer que horóscopo, mapa astral, mapa astrológico e carta natal são a mesma coisa (ao contrário do que manifesta o Prof. Leandro Karnal, desentendido sobre este assunto). Neste sentido é possível extrair uma foto do céu (posição dos planetas através da latitude e longitude) e atribuir significado para aquele momentum (nascimento de uma pessoa, país, empresa, evento...). Esta escolha se aplica também para as "previsões" astrológicas.


Aquilo que lemos no jornal, o horóscopo profano, também é Astrologia, mas claro que faz sentido para alguns daquele signo astrológico (posição apenas do Sol) e para outros não, ou seja, é muito abrangente, pois não tem como ponto de partida os graus específicos de todos os planetas de um horóscopo completo. Então o simbolismo fica mais abrangente e acaba sendo rechaçado por alguns ignorantes no assunto. Enfim, são muitas as ferramentas e possibilidades astrológicas.

Aqui analiso o céu no suposto momento do nascimento do Leandro Karnal. Como eu não tenho acesso ao horário ou certidão de nascimento dele, farei uso de ferramentas da astrologia avançada: Progressões, Profecções, Revoluções, Astrologia Horária, Pró-Luna, Trânsitos Astrológicos, Séquito, Dignidades planetárias, Dispositores, Almuten... e também da minha experiência empírica com mais de 10.000 leituras ao longo de mais de 10 anos. Por exemplo, descobri através de uma publicação de jornal que dona Jacyr Karnal (mãe do Leandro) faleceu no dia 25/11 de 2017 às 20h35. Como a data de nascimento do Karnal é um dado público, então eu consigo pressupor com um elevado grau de precisão o seu horário de nascimento. É assim que fazemos as "correções" nos supostos horários de nascimento da pessoas.

Portanto é possível saber que se trata de um nativo com o Sol Aquário, nascido um pouco depois das 5 da manhã, cujo Ascendente naquele momento também seria Aquário, a Lua estava em Touro (fato), Mercúrio em Capricórnio, Vênus em Sagitário, Marte RETRÓGRADO em Leão, Júpiter MAGNIFICAMENTE em Peixes e Saturno COMBUSTO (muito próximo do Sol), também em Aquário. Um gênio intelectual, mas provavelmente debilitado* biologicamente (a sua semen-te tende a não continuar...). Depois de saber um pouco sobre o horóscopo em questão, a Astrologia possui ferramentas, inclusive, para acessar a período provável da morte de alguém (não muito usado pelos astrólogos da atualidade. No caso da abstração aqui pressuponho que o pai dele (o Dr. Renato Karnal) tenho vindo a falecer no começo de Dezembro de 2010 (pois este fato histórico não consegui acessar nas minhas buscas pela internet).

*verbete astrológico para quando um planeta está em deshonra (excitado, queda, retrógrado, com maus aspectos, nos termos de um planeta com energia contrária)



A ANÁLISE ASTROLÓGICA PARCIAL


Antes de continuar a apreciar um pouco do Karnal através do arquétipos da astrologia, devo reverenciar alguns eruditos (que não é o meu caso, é comum eu escrever faltando palavras hehehe), fontes das quais bebo: Hermes Trimegisto, Ptolomeu, Manilius, Placidus, Porphyrius, Regiomontanus, Copernicus, Morin, Alan Leo, Willian Lilly, Dane Rudhyar, Boris Cristoff, Richard Tarnas, Chris Brennan (os dois últimos vivos)...🙏 Pois o artigo é escrito em homenagem ao dia dos professores.

Da minha parte, devo dizer que também fui professor universitário por muitos anos e seminarista (não jesuita, dominicano, nem franciscano, fui camiliano), talvez eu seja a mistura do pai poeta + o intelectual + o prático com os meus dois filhos __ vide texto** "O triplo pai" do Karnal, que não é pai, até onde eu saiba, mas gosta de falar de se ser papai. O seu Marte Retrógrado em Leão, em quadratura com a Lua e em oposição a Saturno, por sua vez em combustão, provavelmente o fez impossibilitado de "parir". Infértil (apenas do ponto de vista biológico é claro, talvez psiquicamente também...), ou seja, precisa estudar muito Freud nesta encarnação para compreender os mistérios que devem envolver a expressão da sua sexualidade. Do ponto de vista intelectual e cognitivo eu estou careca de saber que se trata de um gênio __ tão grande! mas tão grande! que ele pode até chegar à pretenção de achar que pariu a si próprio.


"

"


O seu Mercúrio em Capricórnio, servo de Marte e Saturno o faz ser criativo e com habilidade para concatenar as ideias de um modo um tanto quanto freudiano, um dos seus inspiradores. Psico o analizando, é possível que, no fundo da sua alma magnífica haja uma revolta quanto às suas limitações espermatozóidicas. Por conta disso, obviamente que quem é muito fértil (do ponto de vista biológico), pode se tornar seu inimigo e até ser atacado poeticamente por sua falácia inteligente e um tanto sarcástica, como no texto de sua autoria acima. Cuidado Bolsonaro e Lula (homens com pouca familiaridade com as palavras, mas bons reprodutores biológicos), pois em tempos atuais o Karnal é âncora de programa de televisão!


Sua mente e consequentemente sua habilidade de comunicação é realmente de uma genialidade inimaginável, o que o credencia a se tornar um dos maiores apresentadores de TV do próximos tempos, se os amigos e entrevistados o suportarem. Tudo indica que ele ainda vai precisar de muitas sessões de psicanálise com o Christian Dunker. É bastante provável que a sua saúde psíquica necessite de auxilio. Assim são os gênios um tanto loucos. Sua casa 12 regida por Saturno, debilitado por estar combustão com o Sol, deve causar muita fricção dos miolos que chegam a derrubar seus cabelos da cabeça.


Sua identificação com Freud deve ser muito grande mesmo devido aos desafios de outra casa, a 8, onde se encontram Plutão e Urano (co-regente de Aquário na Astrologia moderna) para corroborar com os tabus que nem Freud explica. É claro que esses desafios todos o fazem o Ser além do tempo, o que ele é. É importante saber que Sol gosta de Leão e não de Aquário, ali ele não esquenta nada (por isso a frieza associada a Aquário e a Capricórnio). Ainda mais com Leão fuzilado por Marte do outro lado e na cia de Saturno, o maléfico da noite. Numa análise fria e provocativa é possível fazer uma associação de que toda a carga seminal saco-escrotal do Karnal subiu para o mental.

Nesta perspectiva aqui adotada por mim e usando o conceito de séquito é sabido que a Lua é quem manda na noite. A sua Lua poderosa em Touro o faz ter uma "careca dura"! e um bom gosto realmente Karnal. Sua apreciação pela boa mesa, arte, música, literatura, enfim um senso estético avantajadíssimo. Talvez seja a Lua quem mais possa definir o Leandro Karnal. O dispostor da sua Lua no mapa é Vênus que está em Sagitário. Esta configuração fortalece o seu poder de expressão e principalmente o coloca com interesses sagitarianos como estruturais da construção da sua experiência de vida neste planeta. Talvez a maior paixão do Karnal seja viajar. Sagitário está associado à busca que não encontra, às viagens, à espiritualidade... no aspecto positivo. Como todos os signos tem seus dois lados, o seu sarcasmo e espontaneidade, por vezes em exagero, devem machucar a alma de alguém que não compactua com as suas ideias.


Devemos nos lembrar que Aquário, Touro, Leão e Escorpião (onde ele tem Netuno) são signos fixos. Portanto, se tratando das modalidades cardinal, fixo e mutável da Astrologia, há uma predominância nos arquétipos fixos. Então se alguém quiser discutir qualquer assunto é melhor se certificar antecipadamente se há uma afinidade de ideias, do contrário o oponente vai perder, e feio. Pois ninguém jamais é capaz de convencê-lo do contrário. Se, por exemplo, em algum momento ele disser que um pedaço de plástico é pau, é melhor concordar, pois ele vai arrumar um argumento de que aquele polímero em questão é derivado do látex, cuja origem é a Hevea brasiliensis, uma árvore... perdeu playboy!


E é claro que os seus argumentos são fundamentados em dados e fatos, claro que na sua perspectiva, mas não é do feitio dele se dar conta do observador que observa o pensador que é possuidor de determinada perspectiva e que podem estar estruturadas e até comprovadamente embasadas em premissas falsas ou religiosas. A propósito, provavelmente existe em seu sistema uma ferida religiosa incurável (Quíron em Peixes conjunto ao ESTUPENDO Júpiter no seu Mapa - um dos posicionamentos mais fortes e mais dolorosos na sua alma). É provável que o Karnal tenha tipo pessoalmente ou fisicamente experiências decepcionantes nos bastidores da igreja, enquanto era seminarista ou em outras enKarnações.


Todo mundo sabe o quanto é comum a comunidade eclesiástica ter a sexualidade mal resolvida. Quíron é o arquétipo do curandeiro ferido, mas Karnal desdenharia e jamais perceberia valor num corpo mais novo que ele (o corpo celeste que se correlaciona a este arquétipo foi descoberto somente em 18 de Outubro de 1977, já foi considerado planeta, asteroide, cometa e agora está na categoria dos centauros pela ASTRONOMIA...) iria ter qualquer relação com a sua experiência de vida... e que ninguém se atreva a convence-lo do contrário. Enfim isso também não está na outorga da Astrologia resolver, e sim prato orgástico para o Dr. Christian Dunker trabalhar.


Seria como convencer a Martinho Lutero, Calvino e até Jean Bodin sobre as descobertas do, a eles contemporâneo, Copérnico, a respeito do fato de que a Terra não era o centro do Universo como achava que comprovava a ciência até então. Ou talvez ele se renda à verdades astrológicas (e até poderia ser Astrólogo) como o fez similarmente Galileu Galilei, com muito custo, quase um século depois da descoberta heliocêntrica de Nicolau Copérnico. É importante reiterar que a Astrologia trata e sempre tratou da observação da natureza e também faz uso da correspondencia na correlação dos corpos celestes na operação da vida aqui no planeta Terra.



De um modo muito simples, seguem apenas alguns pontos inexoráveis de observação da correspondência do nosso relacionamento com os Astros:

a) A Lua cuida da noite e o Sol do dia. Quem nasceu à noite é mais o Signo Lunar, como o Karnal na sua relação com o belo atribuído ao arquétipo de Touro e a busca de Sagitário (Vênus), cujo dispostor é Júpiter que está majestosamente em Peixes e faz deste nativo filósofo e religioso - esta é principal leitura do Horóscopo dele.

b) A Lua rege os líquidos, por inercia inclusive e como a maior parte da superfície do planeta Terra é água, influencia na marés. Como mais de 60% do nosso corpo é água é análoga ao nosso humor e líquidos do corpo, inclusive o ciclo menstrual da mulher (28 dias conforme o movimento da Lua)

c) O planeta Vênus (representante do feminino) leva 9 meses para dar uma volta no sistema solar, o ciclo de gestação da mulher, rege Touro e Libra (a casa 9 do Karnal) - lembrando que esta é casa da filosofia, da religiosidade e das viagens.


d) Saturno leva entre 27 e 31 anos (começo e fim de um dos 12 signos em que nascemos com ele no mapa) para percorrer o zodíaco e retornar ao ponto inicial-final daquele signo que o temos. Tempos limites ou transpor os limites, inclusive da morte (pesquise sobre o clube dos 27 anos que não resistiram ao retorno de Saturno).


CONCLUSÃO


É uma criatura que pode conquistar e ao mesmo tempo também incomodar muita gente por aí com suas posições inteligentes, fixas e/ou religiosas. Nem Cristo agradou a todos... O Karnal, é claro, agrada mais do que incomoda. Alguns astrólogos gostaríamos de te-lo do nosso lado, por isso também o desconforto, sem contar que ele seria mais conhecido que o Oscar Quiroga. Já muitos políticos ou religiosos querem vê-lo longe.


Feliz dia dos professores a todos os que se dedicam a esparramar o conhecimento e ao Karnal neste 15 de Outubro de 2021.


Se quiser encomendar a leitura apurada de alguém ou fazer ajustes no seu horário de nascimento acesse saimagos.com/consulta





Opmerkingen


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square